X

12/05/2020

Sinqia (SQIA3) divulga os resultados do 1T20

Anunciamos os resultados consolidados do primeiro trimestre de 2020 (“1T20”).

Destaques financeiros:

Receita líquida. Recorde de R$ 48,6 milhões no trimestre (+26,2% vs. 1T19), aumento decorrente do crescimento orgânico (+13,2% vs. 1T19) e inorgânico (+13,0% vs. 1T19);

Receita líquida de Software. Recorde de R$ 35,0 milhões (+41,1% vs. 1T19), aumento decorrente do crescimento orgânico (+21,0% vs. 1T19) e inorgânico (+20,1% vs. 1T19);

Receita recorrente. Recorde de R$ 41,2 milhões (+27,5% vs. 1T19), aumento decorrente principalmente do crescimento em Subscrição de Software com a conclusão de parte das implantações;

Lucro bruto. Registrou R$ 15,8 milhões (+29,2% vs. 1T19), aumento decorrente do crescimento das receitas acompanhado por discreta melhoria da lucratividade (+0,8 p.p. vs. 1T19);

EBITDA ajustado. Atingiu R$ 3,4 milhões (-5,7% vs. 1T19), queda relacionada principalmente à redução do lucro bruto de Serviços.

Lucro caixa ajustado. Alcançou R$ 1,5 milhão (+97,5% vs. 1T19) ante R$ 0,7 milhão no mesmo trimestre do ano anterior.

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO

Encerramos esse trimestre com receita líquida recorde de R$ 48,6 milhões, crescimento de 26,2% sobre o 1T19. Em Software, houve recorde de R$ 35,0 milhões, crescimento de 41,1%, decorrente principalmente da consolidação dos resultados completos das últimas 4 aquisições.

A receita recorrente atingiu recorde de R$ 41,2 milhões, crescimento de 27,5% sobre o 1T19, representando 84,7% do total, o maior percentual da série histórica. Essa é uma característica importante que nos proporciona previsibilidade nos resultados, mesmo em momentos de crise. A estratégia de subsídio às implantações continua contribuindo para o crescimento da receita recorrente de Subscrição de Software, que atingiu recorde de R$ 29,2 milhões, crescimento de 38,4% sobre o 1T19 e de 8,5% sobre o 4T19.

O lucro bruto foi de R$ 15,8 milhões, crescimento de 29,2% sobre o 1T19, com margem bruta de 32,4%, aumento de 0,8 p.p. sobre o 1T19. Em Software, houve avanço de 0,4 p.p. apesar dos mais elevados custos com implantação de R$ 5,6 milhões no trimestre, contra R$ 2,7 milhões no 1T19.

As despesas gerais e administrativas foram de R$ 12,5 milhões, aumento de 3,0% em relação ao 1T19 também devido à consolidação dos resultados completos das últimas 4 aquisições. Entretanto, notou-se importante redução relativa, para 25,6% contra 31,4% da receita líquida no 1T19, devido à captura de sinergias com integrações das adquiridas.

O EBITDA ajustado foi de R$ 3,4 milhões, redução de 5,7% sobre o 1T19, com margem EBITDA ajustada de 7,0%. A lucratividade continua pressionada pelos custos elevados com implantações, de R$ 5,6 milhões no trimestre, que aumentaram para 35,3% contra 21,9% do lucro bruto no 1T19.

Quanto à disseminação do novo coronavírus (“COVID-19”), adotamos as medidas divulgadas no Comunicado ao Mercado de 19/03/2020, mantivemos todos os compromissos assumidos com nossos clientes e continuamos preparados para apoiá-los a enfrentar esse cenário. Quanto aos efeitos sobre a Sinqia nesse primeiro trimestre, observamos: (i) retração das vendas a partir da segunda metade de março, (ii) efeitos irrelevantes sobre a receita, os custos, o lucro bruto e as despesas, (iii) efeitos irrelevantes sobre o contas a receber, cuja variação se deve a causas operacionais e (iv) antecipação do investimento para aquisição de notebooks visando o full home office.

Por fim, permanecemos em uma situação financeira confortável, com caixa bruto de R$ 340,9 milhões ao final do trimestre. Diante do momento de incerteza e retração econômica, estamos avaliando os impactos da crise sobre nosso pipeline de fusões e aquisições e adotando uma postura mais conservadora, visando manter liquidez elevada e alavancagem baixa. As oportunidades continuam existindo em abundância, aguardaremos o momento correto para convertê-las, sem prejudicar o plano de longo prazo.

ACESSE OS RESULTADOS

Confira outras nóticias da Sinqia RI – Todas as notícias

Busca

Notícias

Aquisição da Softpar
Liquidação das Debêntures
Pagamento de dividendos
Aquisição da ADSPrev
Alteração do ticker e nome de pregão
Mudança de Sede
Fechamento da Aquisição da Atena