X

04/03/2020

Sinqia (SQIA3) divulga os resultados do 4T19 e de 2019

Anunciamos os resultados consolidados do quarto trimestre de 2019 (“4T19”) e do exercício findo em 31/12/2019 (“2019”).

Destaques financeiros:

Receita líquida. Recordes de R$ 48,1 milhões no trimestre (+21,2% vs. 4T18) e R$ 175,1 milhões no ano (+23,3% vs. 2018), decorrentes do crescimento inorgânico e orgânico;

Carteira de contratos recorrentes. Recorde de R$ 147,3 milhões (+59,3% vs. 2018), com destaque para o aumento de 14,7% na carteira orgânica, proxy do crescimento futuro das receitas de Software;

Receita recorrente. Recordes de R$ 39,6 milhões no trimestre (+23,1% vs. 4T18) e R$ 145,4 milhões no ano (+25,6% vs. 2018), aumento substancial decorrente principalmente do crescimento em Subscrição de Software;

 Lucro bruto. Recordes de R$ 17,6 milhões no trimestre (+19,1% vs. 4T18) e R$ 57,9 milhões no ano (+9,4% vs. 2018), apesar dos elevados custos com Implantação decorrente da mudança no modelo comercial;

 EBITDA ajustado. Recordes de R$ 6,4 milhões no trimestre (+31,2% vs. 4T18) e R$ 21,1 milhões no ano (+9,8% vs. 2018) proporcionados principalmente pelos resultados das adquiridas.

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO

O ano de 2019 foi muito positivo, marcado por passos importantes da Sinqia que resultaram em diversos recordes. Visando construir um provedor de tecnologia para o sistema financeiro ainda mais robusto, (i) aceleramos substancialmente a velocidade da estratégia de consolidação com 4 aquisições no ano, totalizando 14 desde 2005; e (ii) realizamos 2 importantes captações de recursos para financiar essas e as próximas aquisições.

Já no começo do ano, em janeiro, adquirimos a Atena, fornecedora de softwares para entidades de previdência, visando ampliar a carteira de clientes e a abrangência dos softwares.

Em fevereiro, realizamos a 1ª emissão de debêntures simples (não conversíveis em ações), no valor de R$ 50,0 milhões, principalmente para financiar aquisições, cujo spread foi reduzido para CDI + 1,5% no final do ano. No mesmo mês, adquirimos a ADSPrev, também focada em previdência.

Em maio, compramos a Softpar, focada em soluções para bancos, financeiras e agência de fomento, maior aquisição do ano, contribuindo com R$ 11,0 milhões em receita líquida em 2019, considerando 7 meses de consolidação.

Em agosto, recebemos pela 1ª vez em nossa história a certificação do programa Great Place To Work (GPTW). Essa é uma importante conquista para a Sinqia, que vem construindo um ambiente de trabalho cada vez melhor para os mais de 1,1 mil colaboradores.

Em setembro, realizamos nossa 2ª oferta de ações (follow-on), a maior da nossa história, no montante de R$ 362,7 milhões, 100% primária, cujos recursos serão destinados à ampliação da participação no mercado de softwares aplicativos para o setor financeiro, por meio de aquisições estratégicas. Esse follow-on melhorou significativamente a liquidez de SQIA3, alcançando R$ 12,8 milhões em volume médio de negócios diários (ADTV) no 4T19, contra R$ 0,4 milhão no 4T18. Ainda naquele mês, fomos indicados, pela 3ª vez consecutiva, como um dos 100 maiores fornecedores de tecnologia para instituições financeiras (FinTechs) do mundo no ranking 2019 IDC FinTech Rankings – Top 100, elaborado pela International Data Corporation.

Em dezembro, adquirimos a Stock & Info, nossa 5ª aquisição em previdência, consolidando nossa relevância no setor. Vale relembrar que saímos do zero, em 2013, para a liderança absoluta dessa vertical após 5 aquisições em 7 anos, adicionando cerca de 100 clientes, correspondente a 1/3 das entidades de previdência do país. Tal modelo de aquisições em série deve ser replicado em outras verticais. Ressaltamos que, devido à bem-sucedida integração das 4 últimas aquisições, a maioria das sinergias já foram capturadas e todas as empresas já foram incorporadas, reduzindo despesas e viabilizando o aproveitamento de benefícios fiscais relacionados à amortização do ágio gerado nas aquisições.

Sobre os resultados, nossa receita líquida foi recorde de R$ 175,1 milhões no ano, forte crescimento de 23,3% sobre os R$ 142,1 milhões em 2018. Do crescimento de R$ 33,0 milhões, R$ 24,7 milhões foram inorgânicos provenientes das últimas 4 aquisições e R$ 8,3 milhões foram orgânicos (R$ 6,1 milhões em Software e R$ 2,2 milhões em Serviços).

A adição orgânica ainda não reflete integralmente as vendas realizadas em 2019, que atingiram o valor bruto recorde de R$ 17,9 milhões apenas em Software, resultado da bem acertada mudança do modelo comercial passando a subsidiar o setup de algumas vendas, ou seja, trocando receita variável de Implantação no curto prazo por maiores receitas recorrentes de Subscrição no médio prazo, previstas para começarem a produzir efeitos entre 2020 e 2021.

Ainda na unidade de Software, a carteira de contratos recorrentes assinados (incluindo os ainda não implantados) alcançou valor bruto de R$ 147,3 milhões ao final de 2019, contra R$ 92,5 milhões no mesmo período de 2018, crescimento de 59,3%. Houve uma adição orgânica de R$ 13,6 milhões, ou 14,7%, número que representa vendas menos cancelamentos mais reajustes. Apesar do reconhecido desafio no cronograma de setup, é sabido que quando as implantações forem concluídas o crescimento orgânico de receitas deverá se aproximar do crescimento orgânico da carteira de contratos, atualmente de dois dígitos.

As receitas recorrentes, 83,0% do total, foram recorde de R$ 145,4 milhões, alta de 25,6% sobre 2018. Já o EBITDA ajustado (excluindo itens extraordinários) alcançou recorde de R$ 21,1 milhões no ano, aumento de 9,8% sobre R$ 19,2 milhões em 2018, mesmo com custos de implantação, apurados gerencialmente em R$ 12,1 milhões ano passado, para suportar o elevado volume de vendas após mudança do modelo comercial. A margem EBITDA ajustada se reduziu para 12,0% ante 13,5% em 2018, lucratividade claramente impactada pelos custos com implantação, mas que trará maior perfil de recorrência após o setup dos softwares.

Também ampliamos os investimentos em Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação (“PD&I”) para atualização tecnológica dos softwares provenientes das aquisições, visando fornecer aos nossos clientes a experiência mais desejada em tecnologia financeira. Investimos R$ 0,9 milhão a mais, totalizando R$ 4,1 milhões ano passado contra R$ 3,2 milhões em 2018.

Por fim, ressaltamos que a Sinqia está pronta para abrir um novo ciclo de consolidação com mais intensidade. Não teríamos realizado o follow-on se não estivéssemos convencidos de que existem muitas oportunidades de M&A, inclusive no curto prazo. Estamos confiantes de que, com disciplina e agilidade, faremos uma nova escalada de crescimento da Sinqia.

ACESSE OS RESULTADOS

Confira outras nóticias da Sinqia RI – Todas as notícias

Busca

Notícias

Aquisição da Softpar
Liquidação das Debêntures
Pagamento de dividendos
Aquisição da ADSPrev
Alteração do ticker e nome de pregão
Mudança de Sede
Fechamento da Aquisição da Atena